segunda-feira, 11 de abril de 2011

Rugby Clube de Santarém


video


simpatia da SCALABISPORT

9 comentários:

Artur Santiago Coelho disse...

Manel
Quero só mencionar dois factos.
O rugby em Santarém começou, ainda na Escola de Regentes Agricolas (ERAS), passando para a Escola Agricola (ESAS), depios União e depois por ai fora como referiste, mas também não tinhas de estar informado deste dado histórico. Outro ponto é que desde há 14 anos o Porta Estandarte do clube tem sido a formação de jogadores de 1997 até agora, penso eu.
Artur Santiago Coelho

Manel Inez disse...

Quanto ao histórico, tentei limitar "a coisa" ás equipas que se formaram pós Escola Agrícola (2ª leva), ou seja, a partir da União de Santarém.
Em relação ao restante, respeito mas não concordo!
Passo a explicar; em todas os Clubes e desde que exista um escalão de Seniores, esse deverá ser aquele que maior representatividade terá que carregar.
Não é só um dado histórico e estatistico, como será aquele que os miudos que vêm da formação deverão ter como objectivo natural na sua passagem pelos Clubes.
O que não faz sentido para mim, é sermos muito bons na formação e depois serem outros Clubes a aproveitarem-se "gratuitamente" do trabalho que outros tiveram. Ou seja, que o nosso desempenho não tenha corolário, não tenha um desfecho natural, não exista "carreira" no Clube!
Daí o considerar que os Seniores deverão ser o espelho dum Clube, o porta estandarte do mesmo.
A eles - Seniores - caberá mostrar, que o esforço que o Artur, o Rodrigo, o António, o Pedro, o Manel, o Joaquim, o Zé, o Miguel e tantos outros fizeram, não foi em vão e que objectivo da formação foi alcançado plenamente. O que com estas palavras quis defender foi, que a boa formação que possamos dar no Clube, terá que seguir o seu caminho natural e culminar legitimamente, no escalão principal.Este será o resultado natural dum Clube que tanto empenho coloca na mesma (boa formação).
Isto era o que deveria ter-se passado sempre connosco e é o que se passa em 90% dos Clubes de qualquer desporto colectivo no Mundo.
Por mais reconfortante que seja, termos ex-atletas do RCS a jogar no Direito, na Agronomia, no Cdul em outros Clubes e até na Selecção Nacional, não invalida que gostassemos que eles por Santarém se mantivessem a jogar. Apesar de ser uma experiência enriquecedora, para estes e até para nós, estas "passagens" por outros Clubes deveriam ser consideradas apenas isso...passagens.
Não sei se fiz passar a minha ideia correctamente, mas em traços gerais, é nisto que acredito para o Nosso Clube.

Um abraço

João Luís Berbizier Vaz disse...

Totalmente de acordo Manel!!!!

Anónimo disse...

Não diria melhor!

PM

Anónimo disse...

Eu acho que está tudo mal.

Anónimo disse...

Bon Jovi???

Artur Santiago Coelho disse...

Como não te deves lembrar, pois também não estavas no clube nessa altura, o Rugby em Santarém só começou a cresçer após termos acabado com a equipa senior. A partir daí, sempre fomos um clube de formação, e nós só "perdemos" jogadores para outros clubes porque eles vão estudar para fora e grande parte por lá fica. Temos de ter essa consciência. E para teremos uma boa equipa de seniores temos de focar cerca de 85% dos esforços na formação, Só assim é que apareceram jogadores como o Ramalho, Pimenta, Montoya, Monteiro, Serrão e muitos outros ao qual eu dediquei 95%. Claro que temos de ter equipa senior mas o grande esforço deve ser sempre na formação. Não digo isto á toa, grande parte dos grandes clubes assim o fazem e os que ultimamente teêm crescido foi porque não tinham e passaram a ter há uns anos atrás. Também não tens de saber isto pois tiveste algum tempo fora do Rugby. Abraços

Roberto disse...

eu acho que 95% da equipa é o joão luis e os restante 70% e 24% são o ramalho e o ruizinho respectivamente

Manel Inez disse...

A ver se me faço entender...
Não retirei, não equaciono retirar nem admito que se retire, qualquer importância à formação nos Clubes. Mas para chegar a essa conclusão também te digo, não preciso de estar dentro dum clube, "dormir" com o rugby todos os dias, ou ser doutorado em desporto...é uma questão de bom senso e de estratégia, que aplaudo de pé!
Quero apenas lembrar-te que o termo utlizado "a equipa porta-estandarte do clube" foi no sentido daquela que mais projecção tem no dia-a-dia; aliás, é aquela que PROJECTA o trabalho anteriormente feito na formação.
Gostava que viesses a perceber que, caso não reanimassemos a equipa senior, jogadores como tu enumeraste, estariam provavelmente a jogar em Lisboa e não em Santarém. Daí ser o escalão porta-estandarte do clube e daí acarinharmos tanto, quem à casa torna.
Acredito e mesmo estando tu ausente do Clube, que saberás as contrariedades que temos vindo a encontrar, por isso, se não acreditassemos na formação, garanto-te que tinhamos terminado com os escalões de formação e assim livrado de encargos altissímos.
Mas como a achamos (a formação)de VITAL importância, cá vamos mantendo tudo e tentando até melhorar aspectos que consideramos terem estado e ficado aquem das exigências actuais, desportiva e humanamente falando.